Théo-Filho era um dos escritores mais lidos no Brasil nos anos 20. Seus livros e crônicas, descrevendo a boemia parisiense e os vícios da elite brasileira, escandalizavam os moralistas. Consagrado muito cedo, o romancista-jornalista se voltou para o tema da praia no Rio de Janeiro. Entre 1925 e 1940, à frente do semanário Beira-Mar, Théo-Filho foi o intelectual que mais escreveu sobre assuntos balneários. Fez a apologia das banhistas, do bronzeamento, da exigüidade dos maiôs, do verão carioca, do turismo, dos esportes, do futebol na areia, dos clubes praianos e dos postos de salvamento de Copacabana, na época em que os banhos de sol se introduziam no repertório dos divertimentos ao ar livre. Théo-Filho produziu sua contribuição à praia de banhos brasileira durante uma vasta inflexão na história dos costumes, quando mudavam os padrões sociais de apreciação da nudez dos corpos, da pele morena e do calor tropical.


sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

“A noite joanina no Atlântico Club”

.
As festas juninas nos bairros da “Cil” ganharam impulso com a organização dos clubes praianos. 30 de junho de 1929, p. 3. (Acervo Fundação Biblioteca Nacional).

terça-feira, 27 de dezembro de 2011

“Atlântico Club”

.
“Os Teams de Volley Ball e Peteca do Atlântico Club, vendo-se ao centro a menina Verinha, madrinha do Club”. 19 de maio de 1929, p. 3. (Acervo Fundação Biblioteca Nacional).

sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

“Miss Leme”

.
“Senhorinha Maria de Lourdes Austregésilo”. 5 de maio de 1929, capa. (Acervo Fundação Biblioteca Nacional).

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

“Miss Leblon”

.
“Senhorinha Luiza Marinho de Azevedo”. 5 de maio de 1929, capa. (Acervo Fundação Biblioteca Nacional).

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

“Miss Brasil”

.
“Senhorinha Olga Bergamini Sá”. 21 de abril de 1929, p. 3. (Acervo Fundação Biblioteca Nacional).

terça-feira, 13 de dezembro de 2011

“Bela entre as mais belas”

.
Didi Caillet, Miss Paraná 1929, declamadora, “diseuse”, conhecida como “Miss Inteligência”, passava o fim do verão no Rio de Janeiro. Leia mais no Capítulo 50 (clique no título). 31 de março de 1929, capa. (Acervo Fundação Biblioteca Nacional).

sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

“Cinema brasileiro”

.
Entre os retratos das beldades praianas, misturavam-se fotos de atrizes do cinema, como esta, de Nita Ney. 24 de março de 1929, p. 8. (Acervo Fundação Biblioteca Nacional).

terça-feira, 6 de dezembro de 2011

“Cheia de graça”

.
“Duas lindas poses da senhorinha Consuelo Galvão”. Belas copacabanenses apareciam nas páginas do jornal praiano com fotos produzidas em estúdio. 3 de março de 1929, capa. (Acervo Fundação Biblioteca Nacional).

sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

“Praia do Leme”

.
Com os banhos de sol, cresceu a procura pelos divertimentos sobre as areias, em horários antigamente evitados. 24 de fevereiro de 1929, capa.